O Homem e o Pecado – Parte 5
27 de fevereiro de 2018
Dois Irmãos Bem Diferentes
27 de fevereiro de 2018

Deus Muda a Nossa Sorte

 

Princípio Bíblico: “Bendize, ó minha alma ao Senhor e não te esqueças de nenhum dos seus benefícios.” (Salmo 103:2)

Mensagem: Estamos em mais uma Festa Bíblica: Purim. Essa é uma festa muito especial e celebra mais uma vez a grandeza do amor de Deus pelo Seu povo. Essa festa está descrita no livro de Ester e celebra o fato de Deus ter mudado o decreto de morte que havia sobre o povo judeu. Vamos conhecer a história.

Um judeu, chamado Mardoqueu, que morava na fortaleza de Susã, criara sua prima chamada Ester ou Hadassa. Certo dia, o rei de Susã chamado Assuero, quis escolher uma esposa, e todas as jovens da cidade foram apresentadas a ele. O rei agradou-se de Ester e a tomou como sua rainha.

Mardoqueu sempre vinha à porta do rei para saber notícias de Ester e, um dia, ao estar por ali, ouviu alguns homens conversando sobre um plano para matarem o rei. Mardoqueu imediatamente mandou avisar a Ester e esta avisou ao rei e assim puderam evitar que tal coisa acontecesse.

Naquela cidadela havia um homem chamado Hamã, a quem o rei deu muitas honras e que achava que todos deveriam se curvar em sua presença, mas Mardoqueu não se curvava. Aborrecido com a atitude daquele judeu e gozando da confiança do rei, escreveu uma carta ordenando que todos os judeus fossem mortos e determinou um dia para que a matança acontecesse.

Quando os judeus souberam da ordem que havia contra eles, ficaram apavorados e choravam, oravam e jejuavam. Mardoqueu, ao saber da notícia, rasgou suas roupas, vestiu-se de sacos e foi para a porta do rei. Ester, ao saber da situação do homem que a havia criado, mandou suas servas para saber o que estava acontecendo. Ele, então contou a elas que havia um decreto de morte sobre seu povo e que ela deveria interceder junto ao rei.

Havia uma regra muito severa para a rainha: ela só poderia chegar à presença do rei se fosse chamada por ele, caso contrário, poderia ser morta. Ester mandou dizer isso a Mardoqueu, mas ele insistiu com ela. Então, mandou Ester que todo o povo orasse e jejuasse por três dias, pois ela também faria o mesmo, e, ao terceiro dia, iria ao rei.

Ao terceiro dia, Ester arrumou-se e foi para diante da casa do rei. Ao vê-la, Assuero chamou-a, perguntando-lhe o que queria, e ela convidou-o, juntamente com Hamã, para o banquete que prepararia.

Hamã, com todo o seu ódio, resolveu matar Mardoqueu enforcado e mandou que seus empregados preparassem a forca. E dirigiu-se ao rei para dizer-lhe o que tinha resolvido fazer.

Mas Deus nunca deixa de olhar para Seu povo, e incomodou o rei para buscar o livro das Crônicas, onde estavam escritas as coisas que aconteceram naqueles tempos. E ali leu sobre o que Mardoqueu havia feito a seu favor quando quiseram matá-lo. Nesse momento, Hamã chega e o rei lhe pergunta o que deveria fazer a um homem que merecesse ser honrado. Logo ele pensou ser ele esse homem, então disse que rei que deveria vesti-lo com as roupas do rei, fazê-lo montar no cavalo do rei, colocar em sua cabeça a coroa do rei e fazê-lo desfilar pela cidade declarando o seu valor. O rei então mandou que ele fizesse isso ao judeu Mardoqueu. Imagine como ficou a cara de Hamã? Mas fez ele como rei mandou e foi ao banquete da rainha Ester. Lá chegando a rainha disse ao rei tudo o que ele havia feito e a carta que havia escrito mandando matar os judeus. O rei então mandou que enforcasse Hamã na mesma forca que ele havia mandado construir para Mardoqueu e que se escrevesse outra carta ordenando que não se tocasse nos judeus.

Esse episódio até hoje é celebrado pelos judeus pois mostra, mais uma vez, que o Senhor não abandona Seu povo nunca e é capaz de transformar um decreto de morte em vida, alegria em tristeza, o choro em riso. Essa festa é celebrada com muita alegria, músicas, danças, presentes e comida.

Hoje eu quero convidar você a celebrar conosco o Deus que pode todas as coisas, pois para Ele nada é impossível. Ele muda a nossa sorte

Alegre-se, pois seu choro se transformará em riso se você crer, obedecer e buscar fielmente a Deus. Vamos, sorria! O Deus de Israel não cochila e nem dorme. Ele cuida de você.

 

Fonte: Monte Sião

Os comentários estão encerrados.