HANUKKAH – 2017
1 de fevereiro de 2018
Deus Muda a Nossa Sorte
27 de fevereiro de 2018

O Homem e o Pecado – Parte 5

 

Princípio Bíblico: “Eu sou o Deus Todo Poderoso; anda na minha presença e sê perfeito. Farei uma aliança entre mim e ti e te multiplicarei extraordinariamente. Abrão já não será o teu nome e sim Abraão, porque pó pai de numerosas nações te constitui. Far-te-ei fecundo extraordinariamente, de ti farei nações e reis procederão de ti. Estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência no decurso de suas gerações, aliança perpétua, para ser o teu Deus e da tua descendência.” Gênesis 17:1 a 7

Mensagem: Deus escolheu Abrão para, a partir dele, realizar o Seu sonho: povoar a terra com famílias santas. Por isso mandou que ele saísse do meio do seu povo e dos seus parentes para ir a uma terra que só o Senhor sabia. E Deus deu a Abrão uma promessa: que a sua descendência possuiria toda a terra que o Senhor lhe indicara, que sua descendência seria numerosa, que ele seria pai de uma grande multidão, que dele sairiam reis e nações. Que família numerosa então Abrão teria, não é mesmo?

O Senhor então lhe mudou o nome para Abraão que quer dizer: Pai de multidões; assim como o de Sarai para Sara pois ela seria mãe de nações. Mas Abraão tinha um problema. Sara, sua esposa, era estéril. Você sabe o que é uma mulher estéril? Estéril é uma mulher que não pode ter filhos. E agora? Como a promessa de Deus se cumpriria na sua vida?

Certo dia estava Abraão sentado na porta de sua tenda, quando avistou dois homens. Correu para eles e os convidou a assentar-se e comer (Gênesis 18). Os homens então lhe disseram que dali a um ano ele teria um filho.

Sara, que estava na tenda, começou a rir, pois já era muito idosa, assim como seu marido. Certamente ele pensou: Eu já sou velha, meu marido também. Como vamos ter um filho? Acho que Deus deve estar brincado conosco. Isso é impossível.

Pare um pouco e pense: Será que há alguma coisa impossível para Deus? Passado o tempo que o Senhor havia dito a Abraão, Sara deu à luz filho na sua velhice. Chamaram a esse menino Isaque. Você sabe quantos anos tinha Abraão quando Isaque nasceu? Cem anos!

Imagine um velhinho de cem anos e sua esposa com noventa, carregando um bebezinho no colo, que não é netinho, mas filho de uma promessa! Não há impossível para Deus e Ele não deixa de cumprir as Suas promessas.

Eu e você, hoje, somos a descendência de Abraão na terra e as mesmas promessas que havia sobre a vida dele estão sobre nós, ainda hoje.

Deus tomou um homem e uma mulher, Abraão e Sara, mudou a sorte de ambos, tirou-os da esterilidade e lhes deu uma descendência. Deus muda a nossa sorte, transformando o impossível em possível, a maldição em bênção.

Abraão creu, apesar de achar muito difícil que a Palavra de Deus se cumprisse. Não riu da promessa como Sara, mas acreditou que ela se cumpriria.

Deus também tem uma promessa para a sua vida: Que você será um homem ou mulher próspero (a), abençoado(a); sua família será salva; seus pais servirão ao Senhor; e tantas outras palavras de bênção.

Você crê que elas se cumprirão na sua vida? Você crê que nenhuma delas pode ser impossível para Deus tornar realidade?

Abrão creu, embora parecesse impossível. Ele obedeceu à ordem do Pai. Esse é o segredo: Crer e obedecer, sem questionar. Amém?

 

Fonte: Monte Sião

 

Os comentários estão encerrados.