Crescendo com Jesus – Parte 5
19 de julho de 2020
Crescendo com Jesus – Parte 6
26 de julho de 2020

O QUE ESTÁ ENTRE VOCÊ E DEUS?

 

Texto: Gênesis 22:9 – 18

 

 

INTRODUÇÃO

Abrão viveu em um contexto de muita idolatria; as pessoas haviam se esquecido do Eterno e ofereciam sacrifícios para deuses de madeira, barro, metal, etc. Todavia, ele decidiu buscar ao Deus vivo e o encontrou, e foi conhecido como “amigo de Deus”. Abrão aceitou deixar a sua terra para ir em direção a uma terra desconhecida (Canaã), onde Deus o abençoou tremendamente fazendo dele uma bênção.

 

O QUE ESTAVA ENTRE DEUS E ABRAÃO?

Quando Abraão tinha 100 anos de idade, Deus lhe abençoou com um filho; Ele se alegrou tanto com este milagre, amou tanto o seu filho, se dedicou tanto a ele que Isaque pareceu ser o centro da sua vida. “Isaque estava entre Ele e Deus”. Então Deus querendo prová-lo o desafiou a sacrificar seu filho, mas ele provou que amava a Deus acima de todas as coisas e não o negou. Deus aprovou aquela ação e lhe impediu de sacrificá-lo.

 

O QUE ESTAVA ENTRE DEUS E A HUMANIDADE? Isaías 59:2

Os nossos pecados nos separam de Deus e nos tornam escravos do diabo. “O pecado estava entre nós e Deus”. Mas assim como Isaque subiu o monte onde seria crucificado com a lenha nos ombros, Jesus (o Filho de Deus) subiu o monte com a cruz nos ombros e na cruz foi crucificado pelos nossos pecados, derrotando o abismo que estava entre nós e Deus, tornando-se a ponte que nos liga novamente ao Pai.

 

O QUE ESTÁ ENTRE VOCÊ E DEUS? Mateus 5:29-30

Naquela cruz, Jesus venceu o pecado e a morte, conquistando para nós uma vida de alegria e paz! Mas “o que está entre você e Deus? ” O que você tem colocado acima de Deus? Será que são os prazeres passageiros desse mundo? Seus vícios? É o seu emprego? A sua faculdade? As bênçãos que Ele tem te dado? Deus deve ocupar o primeiro lugar em nossas vidas. Assim como Deus e Abraão, precisamos ser radicais em remover aquilo que está entre nós e Deus.

 

CONCLUSÃO

 

Abraão decidiu oferecer Isaque e como recompensa Deus poupou o seu filho e ainda lhe abençoou grandissimamente com uma descendência tão numerosa como as estrelas dos céus e as areias do mar (Gn 22:17-18). Da mesma forma, se arrancarmos aquilo que nos atrapalha de buscarmos ao Senhor, Ele nos recompensará, e ainda nessa terra nos dará vida em abundância e no mundo por vir, também nos dará a vida eterna.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *