Como ser um bom discípulo ou mentoreado
6 de setembro de 2020
Santidade a Chave para ver a Deus – Parte 03
14 de setembro de 2020

DOMINANDO O MEDO

 

Reflexão:

Você tem medo de algo?

 

Como você se sente quando surge aquilo que lhe provoca medo?

 

Você já sentiu algum tipo de medo que lhe deixou paralisado (a)?

 

Texto chave: João 14:27

 

Textos complementares:

Salmos 34:4; Isaías 41:10; Salmos 55:22; Salmos 23:4; Dt 31:8.

  • Como é a paz que Jesus nos deixou?
  • O que o Senhor nos aconselha nesse texto?
  • Qual a relação do “não se turbe” (angustie em outras versões) e o “não se atemorize” ?

Em João 14:27, encontramos Jesus nos dando um conselho para não nos atemorizarmos, não turbarmos o nosso coração, logo entendemos que possuir ou não medo também passa pelo quesito decisão.

Você sabia que quando nos sentimos ameaçados há uma ativação involuntária em nosso cérebro, uma serie de substâncias químicas que provocam reações que caracterizam o medo?

O medo não é de todo ruim, muitas vezes, ele nos protege de coisas perigosas. Ex.: O medo de um animal peçonhento nos afasta para longe dele e nos impede de sofrermos danos. Logo, o medo é um estado emocional que surge em resposta a consciência perante uma situação de eventual perigo.

Às vezes, sentimos medo de perder quem amamos, de perder o emprego, medo da morte. Sentimos medo até mesmo de não alcançar o sucesso em áreas de nossas vidas, medo de começar um novo projeto, até aí, algo normal do ser humano.

 

Você já sentiu esse tipo de medo?

Podemos definir o medo também como um sentimento maligno de opressão gerenciado pelo diabo, nosso adversário, que lança suas flechas em nossa mente, destilando o pavor a fim de nos paralisar e nos desviar do alvo e dos propósitos, retardando assim, o que Deus já planejou para cada um dos seus filhos. Esse tipo de medo nos neutraliza e nos impossibilita de avançar nas mais diversas áreas de nossas vidas.

Davi foi um homem assolado por esse tipo de medo, no Salmo 55:2-8 ele retrata que  até seus pensamentos o perturbavam diante do barulho dos inimigos e da gritaria dos ímpios que estavam aumentando seu sofrimento, seu coração estava acelerado, os pavores da morte o assaltavam e por isso, temor e tremor o dominavam e o medo havia tomado conta dele, a ponto de querer sumir. Com essa narrativa, podemos entender que qualquer um de nós pode ser assolado pelo medo. O que fará toda diferença é se o dominaremos ou se seremos dominados por ele!

O medo desencadeia vários tipos de doenças psicossomáticas (desordens emocionais ou psiquiátricas que afetam o funcionamento do corpo) síndromes do pânico (crise de ansiedade, medo intenso mesmo que não haja motivo algum) e depressão. Nesses casos, faz-se necessário buscar ajuda espiritual e também de profissionais especializados para um tratamento mais eficaz.

 

Como dominar o medo através da Palavra:

 

1 – Entender que Deus está conosco (Is 41:10)

2 – Buscar o Senhor (Sl 34:4)

3 – Lançar-nos aos cuidados do Senhor ( Sl 55:22)

4 – Entrar no consolo de Deus ( Sl 23:4)

 

Conclusão:

O medo que gera pânico é algo avassalador, podendo nos levar a um desequilíbrio emocional e físico que pode destruir projetos e sonhos, além de nos paralisar nas mais diversas áreas da vida. Assim sendo, precisamos nos posicionar diante desse sentimento decidindo bani-lo da nossa existência e também acreditarmos que o Senhor é o nosso escudo e por onde quer que andemos ou o que enfrentemos, Ele mesmo estará conosco, ministrando Sua paz e Sua proteção. Dt 31.8

 

Apelo:

– Querido(a) amigo(a), somente em Jesus podemos encontrar a solução que dissipa todo medo, pois Ele mesmo é a nossa segurança e proteção, logo não perca tempo deixe- O entrar em sua vida e fazer morada. Aceite-O hoje mesmo como seu Senhor e Salvador e encontre descanso para sua alma.

 

MAIS

Por Jelciana Serra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *