Jesus é tentado
7 de dezembro de 2020
Somos Testemunhas de Cristo
13 de dezembro de 2020

O MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO DOS PÃES E DOS PEIXES

 

Reflexão:

Em qual área da sua vida você já experimentou um milagre?

 

Você já se viu em uma situação em que se encontrou desprovido de algum recurso essencial à sua vida? Qual foi a sua atitude?

 

Texto-chave: Jo 6:1-14

 

Por que a multidão seguia Jesus?

Quais as opções que apareceram para alimentar a multidão? 3-  Como Jesus resolve o problema?

Após o milagre, o que discerniram sobre Jesus?

 

Textos complementares: Mt.14:19b; 1Co.3:9;Jo.10:10b

 

Introdução

Todos os milagres de Jesus tinham um propósito e este não era diferente. Jesus havia terminado de explicar sua missão, mas eles não entenderam. A multidão o seguia, não somente para aprender seus ensinamentos, mas buscavam também cura para suas enfermidades. Hoje não é muito diferente, muitos vão à igreja em busca de cura, de prosperidade, de emprego, entrar para a faculdade, etc. querem a bênção, mas o compromisso com o abençoador, não.

Este é um dos milagres mais conhecidos. Enquanto Ele ensinava, a multidão se aglomerava, as horas se passavam e ninguém ia embora. Em determinado momento Jesus levantou os olhos e vendo aquela multidão compadeceu-se e perguntou a Filipe, um dos discípulos: Onde compraremos pães para lhes dar a comer? (v.5) Jesus sabia que era impossível comprar pão para todo aquele povo. O versículo (06) diz que Jesus fez aquela pergunta para experimentar Filipe. Outro discípulo, André, informou que havia um rapaz que tinha apenas cinco pães e dois peixinhos, e pelo dito, esses peixes eram pequenos e insuficientes para tanta gente.

No verso 10, Jesus disse: Fazei o povo assentar-se, cerca de quase cinco mil homens, aqui devemos lembrar que as mulheres e crianças não eram contadas, então tinha muito mais de cinco mil, alguns historiadores falam que havia cerca de dez mil pessoas.

 

O milagre estava para acontecer, então Jesus tomou os pães e tendo dado graças, distribuiu – os, assim como os peixes, todos comeram o quanto quiseram e ainda sobraram doze cestos. Aleluia!

 

Até aqui, o que você aprendeu com essa história? Podemos tirar como lição prática as seguintes lições:

O partilhar com compaixão. Nunca devemos pensar que o que temos não dar para dividir com o irmão. O que parece ser pouco aos nossos olhos, com o olhar de Jesus torna-se abundante. Conheço um ditado popular que diz: “O pouco com Deus é muito, e o muito sem Deus é nada”.

Devemos partilhar o que temos e Ele fará o milagre para suprir a necessidade do próximo e não deixará que nos falte nada. Quando você compartilha o que tem os recursos de Deus são derramados.

Jesus cuida de todas as áreas da nossa vida, aqueles estavam ali para aprender, dispostos a ouvir, mas Jesus se preocupou não só em saciar a fome espiritual, mas também a física. Da mesma forma devemos colocar nossas vidas, nossos desejos, nossos bens, habilidades, dons tudo que temos nas mãos do Senhor e Ele multiplicará. Não devemos reter nada, porque nada é nosso tudo é Dele.

Jesus cuida, ensina, cura, recebe o pouco de nossas mãos e faz a multiplicação generosa. Jesus dá graças pelo pouco e a partir do pouco faz muito. O que não podemos fazer Deus faz. O milagre é divino, mas quem distribui são os discípulos. (Mt.14:19b).

Abundância de provisão não significa desperdício, após todos terem sido alimentados foram recolhidos doze cestos das sobras, “para que nada se perca” disse Jesus no v. 12.

 

Conclusão

Aprendemos que Deus nos dá para compartilharmos com os demais. Ele deixou Sua Palavra para que levemos a outros, para que possamos levar a esperança da vida eterna, nossos dons são para serem colocados a disposição da igreja, para edificação do corpo, nossos recursos para suprir a necessidade dos que não têm. A bênção vem de Deus, mas quem distribui é você e eu, somos cooperadores de Deus, (1Co.3:9) Que privilégio!

 

Apelo: E você o que tem para entregar a Jesus para que Ele faça o milagre da multiplicação? Vimos no texto que não é necessário muito. Ele quer apenas sua atitude assim como daquele rapaz do texto. O que você precisa entregar? Seus dons, recursos, tempo, ou mesmo sua vida para que Ele faça o milagre da Salvação? Decida-se por uma vida abundante já nesta terra. Jesus disse: ”Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”(Jo 10:10b).

 

 

Me. Conceição Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *