Chamados para apascentar – Parte 1
março 16, 2019
Aprendendo Sobre Honra – Parte 1
março 23, 2019

A Vida de Deus em Nós

A VIDA DE DEUS EM NÓS 

 

 

INTRODUÇÃO

Deus criou o homem “à sua imagem conforme a sua semelhança” ( Gn 1.26) para tê-lo junto a si em vida abundante e eterna. Ele o criou com vida eterna, o que significa que o homem e sua descendência nunca iriam morrer nem adoecer, porque o homem tinha a vida de Deus. A morte física e espiritual, a condenação, as dores, as tristezas, a fome, a miséria, as separações, as enfermidades, a opressão, a depressão, as guerras nunca fizeram parte do plano de Deus para a vida do homem. Desde quando o homem escolheu a vida de pecado, no jardim do Éden, perdeu a vida abundante e eterna  e em lugar disso, recebeu, como resultado da sua escolha, a vida limitada separada de Deus, a morte física e espiritual e toda sorte de problemas dos quais falamos antes. A Bíblia diz que “Todos pecaram e estão separados de Deus” ( Rm 3.23). Deus nos ama e é o Seu projeto termos de volta a Sua vida em nós.

 

COMO A VIDA DE DEUS ENTRA EM NÓS

Deus nos ama e não deseja que estejamos distantes d’Ele. A Bíblia diz que é o pecado que nos separa de Deus ( Is 59.2) . Por essa razão, Ele pensou numa forma de tirar o pecado dos homens e para que fossem participantes de Sua natureza – a Natureza Divina, e trazê-los novamente à Sua Presença. Para que o pecado do homem fosse tirado, seria preciso que outro homem santo, sem pecado fizesse isso. Entretanto, Deus procurou e não achou outro homem nessa condição, e tomou a decisão de enviar Seu próprio Filho Jesus Cristo para se fazer homem e se apresentar aos homens a fim de lhes anunciar a mensagem de salvação e vida eterna com Deus. Jesus pregou essa mensagem e, até hoje, ela é pregada por por todo aquele que n’Ele  crê. Jesus tirou o pecado do homem com sua morte na cruz do Calvário, tornando-se o caminho que o conduz de volta a Deus. Como Jesus é “o caminho e a verdade e a vida”(Jo 14.6), todo aquele que n’Ele crer e o recebe em seu coração, recebe a vida de Deus.

 

  1. A VIDA DE DEUS PRECISA CRESCER EM NÓS

Quando recebemos Jesus Cristo em nosso coração, nascemos de novo e esse novo nascimento acontece no nosso espírito. Uma alegria passa a se expressar em nossa fisionomia. Entretanto, temos também uma alma, onde é necessário haver uma transformação a fim de que não fiquemos com os mesmos hábitos da vida passada. Precisamos cooperar com Deus para que essa mudança aconteça.

 

  1. CHEIOS DA VIDA DE DEUS

A vida divina que crescer em nós e se expandir do nosso espírito para todo o nosso ser, alcançando a nossa alma (mente, vontade e emoção) e também o nosso corpo. Para que isso aconteça, precisamos nos consagrar a Deus. As pessoas podem orar por nós, mas ninguém pode consagrar-se a Deus por nós. Ninguém pode fazer isso por nós. Precisamos chegar diante de Deus e lhe dizer: ”Senhor, eu consagro a minha vida a Ti e te entrego todo o meu ser: meu espírito, minha alma e o meu corpo. Opere na minha vida conforme o Teu Propósito”. Uma pessoa consagrada a Deus busca a Sua Presença através de uma vida de santidade em oração e jejum, leitura e estudo da Sua Palavra ( Jo 6.63).  Como vasos cheios da vida de Deus, vamos transbordando para os lados e a vida de Deus vai atraindo e tocando outras pessoas. A pessoa cheia da vida de Deus manifesta a Sua Presença  e o Seu Poder operando através da sua própria vida, Isto é do seu modo de agir, de se expressar e de servir a Deus. Porque essa pessoa crê em Jesus, ela também faz as obras que Ele faz e ainda maiores (Jo 14.12). Quando os discípulos começaram a fazer essas grandes obras, a Bíblia diz que os que as presenciaram, conheceram que eles tinham andado com Jesus (At  4.13). Eles estavam cheios da vida de Deus.

 

CONCLUSÃO

Quando Jesus  entra em nosso coração e faz morada dentro de nós, a vida de Deus entra em nós. Precisamos dar lugar a que a vida de Deus cresça e transborde do nosso espírito para nossa alma e  nosso corpo e também  para a vida de outras pessoas ao nosso redor. Para a vida de Deus crescer e transbordar em nós precisamos entregar  verdadeiramente ao Senhor  todo o nosso ser e assim nos tornamos canais da vida de Deus que conduz outras pessoas a terem em si mesmos a vida de Deus.

 

 

Fonte: COM12