A Fidelidade da Igreja em meio à Plataforma Digital – Parte 1

Aprendendo Sobre Honra – Parte 4
abril 13, 2019
Clamando a Deus das Profundezas
abril 17, 2019

A Fidelidade da Igreja em meio à Plataforma Digital – Parte 1

A FIDELIDADE DA IGREJA EM MEIO À PLATAFORMA DIGITAL – PARTE 1

 

 “E agora, filhinhos, permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança, e não sejamos confundidos por ele na sua vinda. Se sabeis que ele é justo, sabeis que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.” (I João 2:28,29)

 

Como Igreja, temos que pensar no futuro e saber o que nos espera. As Igrejas e os Templos precisarão buscar de Deus palavra e revelações para sobreviver, porque, no futuro próximo, a Igreja estará onde o povo está – na Plataforma Digital, e atualizar esta geração de Apóstolos, Pastores, Líderes e discípulos não é fácil, porque não é fácil a transição de mente. Mas a nova geração está aí para que, na singularidade do confronto, possa nos ensinar a sermos líderes mais atualizados.

Atualizar e modernizar não é MUNDANIZAR. Sempre estaremos protegidos pelo princípio, mas não podemos fugir do que está acontecendo ao nosso redor. A transição precisa ser muito inteligente para aguentar a geração madura, apaixonada por Yeshua, e preparar a nova geração para Jesus ser o Senhor da vida deles, ainda que com a dificuldade de vencer os Googles da vida.

 

Mentores Cibernéticos

Se manter fiel será o maior prêmio que o “Oscar Gospel” dará a quem se mantiver leal; será um prêmio que só receberá quem sobreviver ao holocausto mental. A nossa fidelidade está anunciada com uma alerta em Apocalipse 2:10,11. “Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte.”

Precisamos nos atualizar em escolas com homens de Deus que saibam ler corretamente o que está acontecendo no nosso cenário, caso contrário, já estamos fadados a sermos Pastores e líderes obsoletos. Que susto, né? Mas se você não entender o assunto em pauta, é porque sua fidelidade está contaminada. Precisamos ser orientados para consolidar nossa chamada de fidelidade, sermos um sinalizador positivo para vencer a mídia digital inteligente. Caso contrário, teremos outros mentores nos substituindo artificialmente.

Inclusive, os YouTubers da vida, que terão massas diversificadas, cada um buscando o desejo da sua alimentação predileta para engordarem a mente nas suas convicções mais barbáries possíveis. Vai ter muita coisa boa nesses canais, mas não fugirão daquele alerta dos últimos dias: Mentores Cibernéticos, uma geração ouvindo robôs como se fossem seus líderes. Na verdade, essas máquinas vão ter deslizes técnicos, mas longe de escândalos éticos ou morais, e de oblações espirituais como heresias, pois estão programadas para serem “impecáveis” e um ser artificial não poderá ter autoridade para falar para quem passou por Redenção. “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” (Gálatas 1:8)

 

Bem, cada um vai escolher seu robô preferencial para poder agradar seus ouvidos com a cultura mais alargada que uma mente humana possa completar. Creiam: Todo tipo de aberração e todas as preferências. Os hologramas serão uma ferramenta poderosa para que ministremos ao mesmo tempo para milhões sem desvios do nosso conteúdo do Evangelho pleno. O holograma dará uma presença nos auditórios “ferramenta presencial” – sem que você saia do seu estúdio montado para isso.

Escutem: Dos mais velhos aos mais jovens devem estar antenados, pois essas doutrinas invasivas com a anestesia do engano entrarão no Corpo de Cristo, chamado Igreja, muitos em espécie de anticristo já estão monitorando milhões de líderes no mundo todo. A orientação é o alerta de João escrevendo para o futuro nestes dois textos: “Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora.” (I João 2:18). “Filhinhos, escrevo-vos, porque pelo seu nome vos são perdoados os pecados. Pais, escrevo-vos, porque conhecestes aquele que é desde o princípio. Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno. Eu vos escrevo, filhos, porque conhecestes o Pai. Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno.” (I João 2:12-14)

 

É fato que 65% das crianças que estão no ensino médio hoje, trabalharão em uma empresa que ainda nem existe. Crianças já estão sendo treinadas no Vale do Silício, em faculdades de superdotados, para entrarem no mercado do futuro, e que estão sendo forjadas com apoio da ONU e NASA para serem celebridades da Inteligência Artificial. Eu estive na ONU e na NASA e recebi uma aula sobre cibernética e influência de descoberta do cosmos, por um cientista, um menino de 12 anos, que já é doutor em matemática científica, só cálculos. Eu me senti um inútil diante dessas mentes treinadas.

 

Façamos algumas reflexões importantes:

 

Quem vai competir com essas mentes?

 

O que fazer para não deixar que se tornem “manipuladores de mentes”?

 

O que temos visto é que robôs são programados para teleguiar todas as mentes do Planeta. Você sabia que já existem robôs que pensam mais velozmente do que milhares de homens considerados inteligentíssimos? E você sabia que estão programando um robô que será mais inteligente que todas as mentes da humanidade juntas? Querem ser deuses. E aí? Não sou contra conhecimento, navego nessa ciência do pensamento ampliado, mas sem perder a fidelidade dos princípios. Tenho paixão por Deus. Se você não se importa, não fará parte do confronto e da mudança.

 

Continua…

 

 

Fonte: MIR