Vencendo os Nossos Gigantes
maio 4, 2019
Caminhe pela Verdade
maio 10, 2019

Conhecendo Jesus -Parte 02

CONHECENDO JESUS – PARTE 2

 

“Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas…” (Hebreus 1:1-3)

 

Estamos mergulhados em um propósito: conhecer Jesus pessoalmente, e nos tornarmos Seus amigos de verdade, não só colegas. Existe uma grande diferença entre amigo e colega. Os colegas são pessoas que pertencem à nossa comunidade, ou escola, ou Igreja, com quem temos um relacionamento amigável, mas não temos intimidade.

O amigo é aquele com quem temos intimidade, que está sempre ao nosso lado, que nos defende, que compartilha conosco nossas dores e alegrias, que quer o nosso bem, e não nos trai.

Hoje vamos conhecer um pouco mais de Jesus, vendo como muitas pessoas o descrevem e o que a Bíblia diz.

 

Um grande filósofo, escritor e historiador francês chamado Ernst Renan fez a seguinte observação: “Na área religiosa, Jesus é a figura mais genial que jamais viveu. Seu brilho é de natureza eterna e Seu reinado jamais acaba. Ele é único em qualquer sentido e não pode ser comparado a ninguém. Sem Cristo não se entende a história”.

 

Você também acha que Jesus é a figura, a Pessoa mais fantástica que já existiu na Terra? Eu também penso assim. E o que Bíblia diz dEle? Vamos ver? Ela nos diz, em vários versículos, que Jesus é maior do que tudo.

Ele é maior do que os anjos: “Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles. Porque, a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, Hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, E ele me será por Filho? E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.” (Hebreus 1:4-6)

 

Ele não tinha pecado, e Sua santidade era tão visível, que até os demônios reconheciam que Ele era santo: “Dizendo: Ah! que temos contigo, Jesus Nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus.” (Marcos 1:24)

Todos viam Nele a santidade, assim como o solado que estava próximo da cruz quando Ele morreu: “E o centurião, vendo o que tinha acontecido, deu glória a Deus, dizendo: Na verdade, este homem era justo.” (Lucas 23:47)

Em Romanos 8.3 está escrito: “…Deus pôs em ação um plano diferente a fim de nos salvar. Enviou seu próprio Filho, em corpo humano como o nosso – com a exceção de que o nosso é pecador – e destruiu o controle do pecado sobre nós, dando-Se a Si mesmo como sacrifício por nossos pecados” (A Bíblia Viva)

 

E tem mais uma coisa muito linda sobre Jesus que nós precisamos conhecer: Ele nunca usou o fato de ser Filho de Deus para vencer algumas situações que Ele enfrentou, como, muitas vezes, as pessoas fazem, utilizando-se de um título ou cargo para ganhar vantagem sobre os outros. Tipo assim: “Sabe quem eu sou?” ou  “Sabe com quem está falando?”.

 

A carta aos Filipenses diz de Jesus: “…pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens” (Filipenses 2.6-7). Em outras palavras: Ele não se agarrou ao fato de ser Filho de Deus, mas humilhou-se por amor a nós.

 

Jesus é muito show!