O Mestre e os Discípulos – Parte 1
junho 9, 2019
Você é a Casa de Deus!
junho 16, 2019

Desafiando Gigantes

DESAFIANDO GIGANTES

 

TEXTO BASE: 1 Samuel 17:36-37

O capítulo 17 do livro de 1 Samuel nos mostra como Davi, um jovem pastor de ovelhas, derrotou Golias, o gigante guerreiro filisteu que aterrorizava o exército e o povo de Israel. Com uma funda, Davi atirou uma pedra na cabeça do desafiante e, após matá-lo, arrancou a cabeça do inimigo.

Contudo, para que Golias fosse derrotado, o jovem Davi teve que passar por outras situações que o ajudaram na tomada de posições e atitudes que fizeram toda a diferença e permitiram que ele desafiasse aquele gigante. É provável que você também esteja lutando contra alguns gigantes, que estão te desafiando em questões financeiras, familiares, de saúde, trabalho, etc. Vamos, então, aprender com Davi a derrubar qualquer um deles:

Sempre acredite no livramento do Senhor

Davi acreditava que o mesmo Deus que o capacitou para matar um urso e um leão também o capacitaria diante de Golias; e ele acertou ao acreditar nisso. O Senhor está sempre disposto a dar a vitória àqueles que passam a vida desafiando gigantes em Seu nome. Isso agrada o coração do Pai. Ao permitir que Jesus fosse levado à cruz, Deus entregou em nossas mãos as pedras necessárias para que todos os “Golias” fossem derrubados.

A luta pela qual você está passando é muito grande? Você olha para os lados e não consegue enxergar nenhuma solução? A situação é muito impossível? Lembre-se que a sua vitória é certa, pois já foi conquistada na cruz.

A luta vai passar, o deserto chegará ao fim e você, outra vez, sairá vitorioso dessa batalha. Basta acreditar que Deus pode todas as coisas (Filipenses 4:13).

A batalha é do Senhor

Ao afrontar o exército de Israel, Golias não afrontou um exército qualquer; Ele desafiou o exército do Deus vivo! Os filisteus acreditavam que aquele povo era um povo qualquer, mas não era! Aquele era o povo eleito pelo Senhor dos senhores! Da mesma forma, nós somos aqueles que carregam a marca de Jesus e não somos qualquer um. Fazemos parte de um exército cujo Senhor nunca perdeu uma batalha sequer. No dicionário de Deus não existe a palavra derrota!

Quando estiver desafiando gigantes, lembre-se que você não está sozinho, que é muito importante para Deus. Satanás sabe que já foi derrotado pelo sangue de Cristo, mas, mesmo assim, tenta desviar a sua atenção para que você não enxergue a vitória. Ele usa as dificuldades e as aflições para que você desista. Ele usa seus gigantes para confundi-lo, porém, se você se lembrar que o Senhor peleja por aqueles que O ama, Ele vai lutar por você (Deuteronômio 20:4)!

Não encare seu problema como um gigante

Ao lermos todo o capítulo 17 de 1 Samuel, podemos notar que, em momento algum, Davi o chamou de gigante; ele sempre se referia a Golias como um filisteu, um homem comum que estava prestes a ser derrotado e degolado. Davi colocou seu adversário no mesmo nível do leão e do urso que havia derrotado antes, o encarou como mais um obstáculo a ser vencido.

Essa postura de Davi nos ensina que não se deve dar maior importância ao problema do que aquela que ele merece. Não o encare como um gigante. Se a prova está diante de você é para que você passe por ela e seja aprovado. Deus já te concedeu muitas vitórias antes, por isso tenha a certeza de que Ele te concederá outras (2 Coríntios 4:17).

 

CONCLUSÃO:

Se você ainda está olhando somente para o tamanho do seu problema, volte os seus olhos para o céu agora mesmo e lembre-se que existe um Deus que quer lutar no seu lugar. Um Deus que te diz: “atire a pedra, meu filho, Eu te darei a vitória!”. Creia que, pelo sangue do Cordeiro, você poderá continuar desafiando gigantes.

 

 

 

 

REFLEXÃO:

 

Qual é o maior gigante que você tem enfrentado ultimamente?

 

Você acredita que pode derrotar esse gigante? Como?

 

Você tem dado ao seu problema uma importância maior do que ele realmente merece?

 

Quando um gigante te desafia, você costuma se lembrar que Deus, através de Jesus Cristo, já te deu a vitória?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: www.pastorantoniojunior.com.br