Mente de Cristo – Parte 4
18 de dezembro de 2019
O Reino de Deus chegou – Parte 1
4 de janeiro de 2020

CREIA NAS PROMESSAS

 

 

Quebra-gelo: Você confia no seu cabelereiro(a)? Se não confiasse não deixaria ele(a) cortar seu cabelo! Deixaria? Confia nas promessas de seu médico? Então por que não crer nas promessas de Deus?

 

Textos: Josué 21.45 – João 1.48-50

Introdução – Para ver coisas maiores Natanael precisava crer na declaração de Jesus. Natanael não ficou apenas na experiência vivida no momento, mas creu nas promessas de Jesus de que com ele viria coisas ainda maiores e assim decidiu seguir Jesus. Natanael tornou-se um dos apóstolos de Cristo. Você também crê nas promessas do Senhor? É tempo de romper, mas para isso você precisa crer. Vejamos algumas características daqueles que creem nas promessas:

 

DESFRUTAM DE ALEGRIA

As promessas alegram o coração daqueles que tem fé. Elas revelam um Deus que se importa e tem prazer em nos surpreender. Ele é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo aquilo que pedimos ou pensamos (Ef 3.20). A verdadeira alegria não depende só das circunstâncias, mas, da esperança de que Deus é fiel e justo para cumprir tudo o que prometeu. O salmista declarou: “Alegro-me nas tuas promessas, como quem acha grandes despojos.” (Sl 119.162).

 

BUSCAM A SANTIDADE

As promessas apontam para um Deus de amor, misericordioso, que tem cuidado de nós e quer nos abençoar, mas também revelam um Deus santo e reto. O Deus que promete curar, libertar, prosperar e dar vida eterna é o mesmo que promete retribuir a cada um segundo as suas obras (Jó 34.11; Rm 2.6; Ap 22.11-12). O apóstolo Paulo adverte: “Ora, amados, visto que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santidade no temor de Deus” (2Co 7.1-JFA.Atualizada)

 

RENOVAM AS ESPERANÇAS

Ao crer nas promessas a nossa esperança se renova e o Espírito Santo nos capacita a aguardar com paciência a manifestação de cada uma delas. As promessas do Todo Poderoso não podem falhar. Ele jamais falhará! Mesmo que tenhamos momentos tensos e delicados tais como: enfermidades, conflitos, portas que se fecham e tudo pareça o fim, devemos crer nas promessas e estar convictos de que “para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas” (Lc 1.37). Declare como o salmista dizendo: “Deus é o nosso socorro e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações. Portanto não temeremos ainda que….” (Sl 46.1-2). Creia que Deus está no controle e que tudo coopera para o seu próprio bem (Rm 8.28). Crer nas promessas renova as nossas esperanças.

 

CONCLUSÃO

Você quer romper? Qual tem sido a sua atitude diante das adversidades? Você quer gozar de alegria, viver em santidade e renovar suas esperanças? Então, faça como Natanael, siga Jesus, creia nas promessas e acredite que Ele irá cumpri-las, porque “Fiel é o que vos chama, o qual também o fará” (1Ts 5.24).

 

 

 

Fonte: www.igrejadoavivamento.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *